Um dia, quando morava no Rio de Janeiro, trabalhei durante um tempo num shopping próximo da minha casa e um senhor me abordou perguntando como ele chegava no estacionamento do lugar. Enquanto explicava, ele de repente me olhou bem nos meus olhos, me dando um certo...

Sujeito, verbo e complemento

Da minha agenda do Mário Quintana, de 2005: “Todo o bem, todo o mal que eles te dizem, nada seria se soubessem expressá-lo…o ataque de uma borboleta agrada mais que todos os beijos de um cavalo”. Comunicar-se jamais poderá ser um ato mecânico. É...

Da bitch do Central Park aos beats da cidade

A crônica abaixo, escrita no início de 2014, não foi publicada. É uma continuação do texto anterior. Ela é acompanhada por um vídeo que a complementa, já que falo de uma Nova Iorque sonora. Então, não deixe de assistir a crônica audiovisual, cujo vídeo está lá no...